segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

S. Silvestre do Porto (2)

Ontem corri pela primeira vez uma prova de 10km. A convite do meu Irmão de Cabelo, e dentro de um lógica de experimentar todas as provas de Portugal, vim fazer a S. Silvestre do Porto.
A S. Silvestre do Porto é de noite e tem características especiais para uma prova tão curta. Tem duas subidas muito duras de 2km. De facto é a mesma subida dado que o percurso passa duas vezes pelo mesmo sitio. Depois tem obviamente duas descidas estupidamente rápidas. Outra caracteristica terrível é o empedrado (paralelepípedos) presente ao longo de grande parte do percurso. A organização funcionou sempre 5 estrelas. Começou à hora certa, não havia filas, muita gente a orientar na estrada.

Antes de sairmos de casa o Sérgio avisou-me acerca do percurso e em como era importante poupar-me um pouco tanto na subida como no plano e falso plano para depois estar bem solto na descida e aí sim recuperar algum tempo perdido. Foi o que fiz na primeira metade. Comecei à frente, não perdi muito tempo com ultrapassagens e ataquei a subida inicial sabendo que iria durar 2km, sempre que via que o pulso se aproximava dos 174 abrandava, percebi logo aí que iria ser duro porque não estou habituado a partir assim tão rápido e ainda estive uns 15 minutos "enlatado" à espera do tiro de partida. Quando cheguei ao falso plano estava bem e pude acelerar mais um pouco e comecei a passar gente durante 1,5km. Na descida já não sou assim tão bom e não passei muita gente mas ainda assim consegui andar depressa. O problema é que quando ando rápido a descer começa-me sempre a doer os abdominais e ontem não foi excepção comecei a abrandar antes da curva e enfrentei a subida pensando que teria feito uns 21 minutos nos primeiros 5km. (afinal tinha feito em 20m exactos). Na subida pensei em acelerar para tentar fazer em menos tempo e abaixo dos 40m e subi a frequência cardíaca para os 178bpm. Foi aí que errei... no inicio do segundo km quebrei. Só não quebrei mais porque me apercebi da asneira que estava a fazer e abrandei, como resultado só consegui voltar a respirar bem e voltar a um bom ritmo na parte final da descida e depois na recta da meta (que é a subir), no ultimo km portanto. Durante esses 3km fui passado por muita gente e vi-me bem à rasca para conseguir manter um ritmo digno. No km final dei tudo o que tinha e ainda consegui recuperar umas posições e andar bastante rápido mas já tinha estragado tudo com aquela segunda subida.

Aprendi que esta prova é bem diferente de uma prova plana e aprendi que se queremos arriscar não pode ser a meio mas sim no ultimo terço da prova. Não segui a táctica e lixei-me. Enfim mais uma aprendizagem e mais um belo treino, afinal andar acima do meu limiar anaeróbio durante 40' é sempre um grande treino!


Tempo: 41'26"
197º na Geral
93º no escalão

5 comentários:

nanex disse...

maravilha, man! grande recompensa pelo esforço!
agora há que saber controlar esse "entusiasmo". Contém-o durante toda a prova e no fim dás tudo. Vai-te saber mesmo, mesmo, mesmo bem!

e-runner disse...

Pois é caro Rui... deixo-te aqui os meus Parabéns pela tua notória evolução. Numa prova tão dura como a S. Silvestre rolar abaixo dos 4:10 é de valor. Vou ter que me aplicar mais para andar ao teu ritmo. Mas cuidado, não dês tudo agora para chegares á Maratona folgado. Ou como dizia o ilustre Augustus Caesar "Apressa-te vagarosamente". Abraço.

Pichas disse...

Parabéns Barbosa! Mas acho que para a próxima devias fazer um treino de resistência como fizemos na GRANDE festa de aniversário que perdeste!
Pergunta ao Bana que ele diz-te quão dificil é...
Hoje liguei-te para saber noticias da prova, mas devias estar em recuperação no sofá...digo eu...
Grande Abraço!

Yugo disse...

Grande prova meu amigo! Parabéns pelo tempo, com certeza para o ano que vem consegues melhorar ainda mais.

Grande abraço para os irmãos castro modernos ruiruim e irmão de cabelo

RuiRuim disse...

Obrigado! Mas pensei sinceramente que conseguisse abaixo dos 40'.
Depois de ler mais sobre esta prova constatei que afinal a segunda subida é maior do que a primeira e que os meus tempos parcias (cada 5km) correspondem ao que a malta andou a fazer.