segunda-feira, 1 de junho de 2009

O Calor e a Hidratação

Fiz ontem o meu primeiro treino longo depois de Ronda. Escolhi fazê-lo na pior hora (saí eram quase 12.00h) por dois motivos. Em primeiro lugar porque irei correr a essa hora na Ultra da Geira e quero estar preparado para o calor. Em segundo lugar porque ainda estou a tentar perceber o que me aconteceu em Ronda.
Arranquei num ritmo um pouco mais elevado que em Ronda e até à 1 hora tudo bem... Assim que tomei o primeiro Gel senti logo que algo não estava bem. Das duas uma, ou tenho um sério problema com o calor ou arranjei um problema psicológico para ultrapassar. Experimentei baixar o ritmo e quando senti a brisa fresca do mar comecei a aumentá-lo novamente. O pior é que durante as 3 horas do treino não senti nunca fome apesar de ter comido apenas um Gel e uma barra e sentia o estômago muito inchado e o isostar enjoava-me. Só urinei uma vez no inicio e mais tarde no banho forcei um bocado e saiu castanho... completamente castanho apesar de ter bebido quase 2,5l de Isostar, água e coca-cola... Será que não tenho os rins a trabalhar como deve ser? É que bebi líquidos suficiente segundo aquilo que tenho lido... Terei de beber mais líquidos ainda? Aceitam-se e agradecem-se opiniões porque começo a ficar sem saber o que fazer.

4 comentários:

Guilherme disse...

Duvido muito que seja desidratacao... com 2,5L de liquidos em aproximadamente 6 horas (???) de esforco moderado nao era pra ser.
Só pra deixar claro que falo isso sem nenhuma base cientifica... apenas por experiencia e pelo que ja li.
Isso de urinar com sangue ocorre muito com atletas de corrida de aventura. Nao sei porque, mas acontece. Talvez pesquisando por em sites de CA voce consiga descobrir algima coisa.

Anónimo disse...

Rui,

confesso que tens várias explicações possíveis para isso acontecer (urina escura):
1- desidratação, muito comum, com temperaturas acima de 30º é muito difícil manter-se hidratado devido á capacidade máxima de absorção de líquidos a nível intestinal ser de 800-900ml/h para atletas com o teu peso. Com temperaturas altas frequentemente transpira-se mais de 1000ml/h, em ritmo forte pode ir até 2000ml/h! Acredito que seja o que acontece contigo. Conselhos: as tuas bebidas com tempo quente deverão ter muito poucos hidratos de Carbono (máx 3gr/100ml) porque a absorção hídrica diminui com o aumento dos hidratos (efeito osmótico), poderás colocar até um máximo de 8gr/100ml em tempo frio. As bebidas isotónicas pré-preparadas têm 8-9 gr/100ml, muitíssimo excessivo para o verão!!! Deves igualmente beber de 15/15minutos, de preferência bebidas frias (aumenta o desvaziamento gátrico). Portanto ficar bem hidratado em tempo quente é muito difícil, confesso que tenho grandes dificuldades nas provas.
2- Mioglobinúria (células musculares destruídas eliminadas pela urina), muito frequente, aliás quase sempre, no entanto em quantidades tão pequenas que não se manifesta clinicamente. Pode acontecer em dias de provas duríssimas, reverte com o repouso. Só análise de urina é que confirma este diagnóstico.
3- Hematúria (urina com sangue): várias motivos, doença renal pré-existente, trauma das vias urinárias devido ao esforço, raro.
Acredito que o teu problema seja a hidratação, seguirei de perto isso.

Quanto á indisposição deixo-te só uma nota: eu não tolero geis, barras XPTO ou bebidas isotónicas XPTO (tipo Vitargo) por intolerância gástrica, cheguei a vomitar por 2 vezes, abandonei quase por completo o uso destas substâncias.

Irmão de Cabelo

Nuno Barradas disse...

grande Rui,
O amigo que me antecedeu já te transmitiu o mais importante. De facto o problema maior parece ser o facto de com estas temperaturas a capacidade de absorção de liquidos é reduzida para a taxa de desitratação. Atrevo-me a dizer que poderias beber 10 litros e não estarias hidratado.
Se estivesse no teu lugar abandonaria o Isostar e a CocaCola.
Existem umas pastilhas para dissolver na água que são essencialmente electrólitos, que com o tempo muito quente são a maior preocupação. Uma alternativa são aqueles preparados que se dão quando estamos com gastro-entrite (Redrate é um exemplo) e se vendem nas farmácias.
Outro conselho é aumentar a frequência com que bebes os líquidos, diminuindo a quantidade ingerida. Assim potencias a capacidade de absorção.
Tudo isto tem obviamente que ser testado.
E claro, tu não tens um problema com o calor, todos temos um problema com o calor!
Grande abraço
Nuno

Vuck Roger disse...

Acrescento apenas aos comentários anteriores, mais 2: 1) bem dito, todos temos um problema com o calor!, 2) isso não pode ser razão suficiente para descuidar a sua saúde e não ir a um urologista ou nefrologista perceber se algo de errado está a acontecer com a sua função renal.

Sejam quais forem as razões para ter sangue na urina, isso deve ser um sinal com que se deve preocupar. Não excessivamente, mas o suficiente para tentar perceber junto de um especialista quala razão desse acontecimento, e qual a frequência com que se dá.

Para terminar, a intolerância a alimentos processados está bem documentada. Tente comer um gel, sem fazer exercício e veja o que acontece...

Abraço,