sexta-feira, 27 de março de 2009

Tour sem nome dia 1 (prólogo)



Finalmente no comboio. Finalmente a sensação de ansiedade desapareceu. Quase desde que meti esta ideia na cabeça que não paro de pensar, de sonhar, de querer vir. Para onde? Para Vila nova de Cerveira. Para quê? Para poder ir até Sagres. Vou de bicicleta para que esta viagem faça algum sentido, e seja de facto uma viagem. Só mesmo de bicicleta ou a pé para ter um gostinho a aventura. Vou sozinho claro. Para poder ser eu. E para me sentir como hoje de manhã quando acordei. É uma sensação estranha acordar e saber que se vai partir sozinho. Há uma parte de mim que não se resigna: "não sejas idiota... sozinho?vai seruma seca...". - é a minha parte conformista, preguiçosa, fraca a falar. Logo a seguir abro os olhos e penso: "uau... vou mesmo", e aí nasce um sorriso e uma paz que dficilmente irei perder o resto do caminho.
A menos que chova... Estou e não estou preocupado com a chuva. Estou porque me pode condicionar drasticamente, afinal vou de bicicleta (e muito mal equipado segundo creio), por outro lado não estou porque posso improvisar, e o improviso é bom quando estamos de férias.

Agora estou parado em Fátima. Donde estou não vejo santos, aliás não vejo mais nada sem ser a estação. Já sei porque estou aqui parado. Acaba de passar o alfa a grande velocidade... eu vim no Regional porque não permitem bicicletas por desmontar no alfa e no Intercidades. Melhor assim, começo-me já a habituar a viajar mais devagar.

E em Coimbra aconteceu o já anunciado quando a tira do chinelo se partiu à entrada do comboio em Alverca, deixando-me a fazer figura de imbecil arrastando-o atrás de mim, enquanto enfiava a bicicleta no sitio respectivo. Em coimbra não veio o comboio com destino a Aveiro. E aqui fico com mais tempo nas mãos. Mais tempo para a caneta. Tempo não me falta.
Uma rapariga aqui na gare olha para mim uma, duas, 10 vezes. Serei eu? Será a bicicleta assim carregada? É raro eu sei, e dá sempre um cenário.
Entretanto já conheci a princesa e o agarradinho da gare de Coimbra. O agarrado já passou 30 vezes por mim e começo a ficar cansado de o ver a cirandar por aí. Por 3 vezes me abordou para contar histórias. Que era pintor, que teve um acidente, que só tem um rim, que vem a Comibra dia sim dia não e que já topou a minha pinta e que quando tinha mais saúde também ia de férias sozinho e sempre em Setembro. Que ia "ver catedrais e coisas assim do meu interesse". Se calhar não é agarrado.É apenas um gajo muito azarado. E chato. E vai daí aquelas manchas de sangue na camisa querem dizer alguma coisa. dei-lhe 50 centimos pela persistência.
A princesa passeia-se pela gare com 3 sacos empoleirados nas costas e um cão atrelado. dá nas vistas. É bonita, está bronzeada e tem umas pernas à mostra de fazer chorar! Trocava-a de bom grado pelo agarrado/chato.
é claro que ela não olhou para mim 10 vezes. Olhou uma.

Uma imagem bonita do dia:
Entre Aveiro e o Porto uma mulher a cavalgar o que para mim era um puro sangue lusitano (para alguem que perceba de cavalos deve ser um burro mas isso não interessa). Três segundos de beleza entre as tosses, os sacos,os telemoveis, o espaço apertado, o trance a rebentar os ouvidos a alguem...
Também vou a ouvir música e resolvi escolher algo que me faça lembrar cavalos e as belas moças que os cavalgam. Hedningarna calha bem.

Definitivamente não sou talhado para estas coisas épico-desportivas. A consellho do senhor José António, criador de arvores, arbustos e outras plantas, dei meia volta para trás depois de subir uns quilometros à saída de Vila Nova de Cerveira. Era um atalho para Vilar de Mouros onde pensava ficar esta noite. Muita confusão diz-me o sr. José António. Opto pelo meio que toda a gente sabe é onde se encontra a virtude e paro num café depois de 10 k percorridos para beber uma cerveja e comer qualquer coisita. Afinal fiz 9 horas de comboio!
E que tal uma tasca com mais mulheres do que homens? E todas a beberem! e a Praguejarem! que país este! Campeões mundiais da mini. Vou só beber mais uma para acabar de empurrar o pica pau e arranco. A sério.

7 comentários:

julioadol disse...

wow felicitaciones pero donde esta , para anotarme para seguirte

pedro disse...

caro amigo rui, aka bj, rui ruim, rastafai,etc... só para dizer que tenho andado por aqui a bisbilhotar as tuas façanhas e aventuras e também para dizer que tenho orgulho em conhecer alguém como tu! só para te desejar força e felicitar-te pela tua determinação de conquistas! (qual d. quixote de la mancha?). bom tudo isto para demonstar o meu apreço pela tua pessoa, que o que estás a fazer não me surpreende(só um pokito) pois sabia que tinhas algo de especial e interiormente muita força. vi que vens a ronda, é perto daqui, se puderes apita e vamos fazer qq coisa!!! p.s. já agora, já não moro no 7º andar por isso já não se fazer "aquilo" depois de beber umas quantas bjecas!!! e também estou a tentar esforçar-me para chegar aos 75 kilos... grande abraço e força!!!

ruiruim disse...

Gracias Julio! Aí está!

ruiruim disse...

Amigo Tomé!!! Ainda não te disse nada porque vai ser quase impossivel ver-te a menos que vás tu a Ronda... Antes da prova quero estar 100% concentrado e depois da prova devo estar 100% roto....
A minha ideia seria levar a carrinha Volkswagen e dormir e cozinhar lá dentro. E ficar bem perto do Inicio da prova. Quantos quilometros fica Marbella de Ronda? Podias ir lá ver aquilo... já conheces? É dia 16 e 17 de Maio
Abraço compadre
Ps: no fim de semana da páscoa vou ao algarve. se passares lá diz qq coisa nem que seja para falarmos 10 minutos.

pedro disse...

amigo rui, coneço bem ronda é uma cidade muito bonita, vais gostar. fica a cerca de 50 km de marbella. pode ser que dê para lá dar um salto e por a escrita em dia!!! qq coisa apito, ou se quizeres vir apanhar um pouco de sol a marbella tb és bem vindo. mantemos o contacto, abraço

joana roldana disse...

Usted es un hombre de espíritu aventurero y apasionado corazón ... puedes decir que no más ...

nanex disse...

Hedningarna: muito bem escolhido. O som mais apropriado para o q descreveste.
Estou a deliciar-me com esta tua aventura. Manda mais e fica uma sugestão: fá-lo mais vezes, tipo a todas as que fores.
E já resolveste o problema da opção "seguir este blog". Boa.