quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Primeiro malho!

Hoje custa-me a escrever porque espalhei-me pela primeira vez a sério! Sem consequências graves felizmente. Já caí muitas vezes obviamente mas sabia que ia cair, ou dava para abrandar ou para me atirar para cima de qualquer coisa menos rija. Desta vez não. Num minuto era o rei do dowhill urbano e descia escadas a uma velocidade nunca vista como no momento seguinte estava a voar em direcção à belissima calçada portuguesa.
Algum dia tinha de ser... doi-me o pulso e está um bocado inchado mas não é grave. Preocupado fiquei quando vi o bife que os dentes me arrancaram dos ténis... 2 cm mais acima ficava o tornozelo...

3 comentários:

Carca disse...

AHAHAHAHAHAH! IHHH CA BENFÊÍTA!

nanex disse...

É exactamente quando nos começamos a sentir os maiores do mundo que se dão as maiores quedas. E nisto de avisar o outro aviso-me a mim próprio. E por mais vezes que o oiçamos e interiorizemos, é no entanto quase sempre certo que vamos lá parar: à calçada portuguesa ou outros pisos.
Mas ainda assim tenho que te dizer que faz parte. Os profissionais do ciclismo e do btt também malham que nem tordos e só por aí está tudo dito.
Por outro lado é bom cair de quando em vez (desde que não hajam lesões claro). Essas quedas mantêm-nos mais alerta e fazem-nos ter um pouco mais de juizo, ou seja, ter maior grau de sensatez na superação de cada obstáculo.
Uma sugestão: nos dias em que te sentes mais cansado ou desconcentrado (o teu pensamento vagueia por todo o lado menos sobre o facto de estares montado numa bicicleta)não "arrisques" um mílimetro. Deixa o super-herói que há em ti ficar na garagem e faz o treino\passeio\volta numa toada mais descontraida e calma.
A concentração é vital não só para o rendimento físico como também para evitar quedas ou outros acontecimentos indesejáveis - mas a quem estou eu a querer ensinar?? o meu amigo já leu sobre tudo isto e muito mais... Mas nunca é demais nisto de evitar quedas e repito: enquanto alerto outro estou a alertar-me a mim próprio assim como as quedas dos outros nos alertam também e vice-versa.
Entretanto li no Correio da Manhã que a CMS vai-te processar por atentado ao espólio português protegido - a calçada portuguesa.
Já o jornal Incrivel destacava-te como "o homem que consegue morder-se junto aos tornezelos enquanto anda de bicicleta.
Na Bola dizia que decorreu em Setúbal uma prova de pericia de bicicleta com demonstrações de quedas em calçada portuguesa
Por fim na revista Maria saiu um artigo sobre "Como fazer os seus ténis velhos mais bonitos? Começe por tirar-lhes uns centimetros junto aos tornezelos..."

ruiruim disse...

ahahahahah muito bom épá vou publicar esse teu comentário!