quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Grão a grão enche a galinha o papo

Isto está a ficar difícil! Hoje começaram a aparecer os primeiros pensamentos acerca de desistir, do porquê de tanto esforço, que parvoíce, como se fosse algum dia ganhar alguma coisa. Mas ganho. Proponho-me a fazer algo e faço-o. E com isso ganho amor-próprio e uma sensação de dever cumprido que me dá uma satisfação enorme.

TREINO 14

TEMPO: 01h05m26s
DISTÂNCIA: 12,25km
F.C. MÉDIA: 141bpm
F.C. MÁXIMA:177bpm
DESNÍVEL +: 430m
CALORIAS: 728

Hoje fiz bastantes alongamentos e alguns exercícios antes de começar a corrida já a prever que me iria custar bastante o treino. 2x25 flexões + 2x16 abdominais. 30' entre 130 e 140BPM seguidos de 10x1' entre 165 e 175 BPM + 10' cool down. Notei muita dificuldade em subir a frequência cardíaca nas primeiras séries. Fiz mais ou menos bem as priemiras 5. As ultimas fi-las sempre a pensar em fazer só 8 ou 9 no total. acabei por fazer as 10 mas já com grande sacrificio. (nota-se que a distancia percorrida vai diminuindo à medida que as vou fazendo.) Muitos alongamentos no final. Vou agora fazer uma massagem.

6 comentários:

nanex disse...

desde que não se torne uma obcessão, é tudo ganho: prazer, satisfação, gosto, saúde, bem-estar geral, divertimento.

Yugo disse...

São as coisas mais dificeis que nos fazem sentir vencedores!
soa mesmo a frase feita... e é mesmo mas também é verdade.

Força aí zé, pensa no que já evoluiste, no que ainda podes alcançar e na satisfação que te traz

FRINXAS disse...

Bem, por esses pensamentos andamos todos nós a passar muitas vezes, mas já dizia o "outro", que conseguir superar esses pensamentos "maléficos" é um bom treino para conseguirmos vencer o nosso maior adversário... NÓS PRÓPRIOS!

Não sei ao certo qual o teu objectivo, mas imagino que, assim como eu, quando chegar a altura, não vamos lá fazer nada, mas que chegamos ao final com uma realização própria fora do normal.... Isso sim, é uma vitória.

Força amigo.

Vuck Roger disse...

Ó Rui, dúvidas temos todos. Em todas as alturas da nossa vida!

Espero que não desistas, q não tornes isso numa obsessão (como já foi dito!) e que te divirtas.

Aproveito para dizer que estás como actor secundário de um vídeo promo sobre o "Portugal na Vertical" a passar em todos os ginásios da concorrência. Eh, eh!

Granda abraço e froça nas canetas. Tu come como deve ser rapaz, isso das sandes de requeijão não puxa carroça!

Anónimo disse...

Meu amigo, este é o teu primeiro ano como ATLETA!
Tens que passar por isto para passares para o lado dos que são capaz de tudo.
Quantas vezes nem jantava pós treino, mal disposto.
As últimas séries feitas de olhos fechados! Gritos nos treinos, choro nas provas!
Não é saúde é verdade, mas se conseguires suportar isso fará de ti um atleta, verdadeiro, capaz de tudo, e mesmo que deixes este rigor posteriormente, a tua capacidade de encaixe/resistência será sempre diferente dos amadores comuns, mesmo em relação aos melhores preparados.
Aguenta rapaz, o sofrimento treina-se, está só no início, quero te ver após 6 meses de levar no pelo quase todos os dias, será diferente, mas aguenta até lá,


Irmão de Cabelo (actualmente desportista cool, mas se for preciso corre uma Ultra amanhã!)

RuiRuim disse...

Pessoal obrigado pela força! Vou continuar a dar-lhe e cada vez mais!